domingo, 22 de abril de 2018

DIOCESE DE BAFATÁ: CONSELHO PRESBITERAL REUNIU-SE



 Nos dias 18 e 19 de abril, quarta e quinta-feira, o Conselho Presbiteral, da Diocese de Bafatá, reuniu-se, na cúria diocesana. Durante a reunião, Dom Pedro e conselheiros fizeram a Revisão dos Estatutos do Conselho Presbiteral promulgados no dia 10 de março de 2014 e concluíram a revisão da “Estrutura Diocesana de Pastoral” promulgadas no dia 03 de dezembro de 2005; Pe. José Pizzoli, coordenador diocesano de pastoral, apresentou o Esboço do Projeto Diocesano de Pastoral para os anos pastorais 2018-2019; 2019-2020; 2020-2021; Pe. Lucio Brentegani, Diretor da Caritas Diocesana, apresentou as atividades e perspetivas para o referido organismo cujo inicio na Diocese, traz a data de 01 de agosto de 2017.
Dom Pedro falou do seu convite para que a Congregação “Pobres Servos da Divina Providencia” – fundada em 1907, em Verona, Itália, pelo sacerdote São João Calábria, abra uma presença na Paróquia Santa Cruz, na Cidade de Buba, Sul da Diocese.  

Falou da visita das Equipas de Nossa Senhora a Bafatá, na manha do dia 02 de abril, segunda-feira da Oitava de Pascoa. Comunicou que, na visita estavam o casal português Anabela e Manuel Morais, responsável pela ligação do Movimento à Província Africana, o Pe. Bernardo da Cunha, pároco da Paróquia Cristo Redentor de Bissau e Assistente Espiritual do Movimento, o casal Luís da Costa e Klissene na Ritche da Costa, Responsável do Pré-Setor Bissau 1 composto de 07 casais que fizeram o “Compromisso” de caminhar juntos na Igreja e no Movimento, e mais alguns casais, num total de 16 pessoas. Depois de uma reflexão sobre a eventualidade da presença das Equipas de Nossa Senhora na Diocese, concordou-se, em pedir um encontro com Pe. Bernardo e o pessoal de Bissau para uma melhor compreensão da riqueza do Movimento.





Outro ponto tratado foi a da participação de membros do Conselho e outras pessoas da Diocese na Assembleia Geral da Radio Sol Mansi a ter lugar no dia 05 de junho próximo, terça-feira.

Dom Pedro falou do 13.º Encontro de Bispos Lusófonos, a ter lugar na Cidade da Praia, em Cabo Verde, de 27 a 30 de abril, com o tema: "Os Jovens na Igreja: presença efetiva e transformadora”. Disse que Dom José Lampra Cá e ele participarão pela Guiné-Bissau. Pontos marcantes da reunião foram os momentos de oração e da Santa Missa exatamente na Semana de Oração pelas Vocações em preparação ao Quarto Domingo de Páscoa, o Domingo do “Bom Pastor”

terça-feira, 17 de abril de 2018

DIOCESE DE BAFATÁ: NO ANO BIBLICO SETOR PASTORAL SUL REALIZA PEREGRINAÇÃO



 A Diocese de Bafatá escolheu viver o Ano Pastoral 2017-2018, como um “Ano Bíblico”, tendo como tema as palavras do Salmo 119,105: “Tua palavra é lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho”. Para intensificar a sua vivência, o Setor Pastoral Sul realizou, em Buba, no sábado, dia 14 de abril, uma Peregrinação Bíblica.

Ajudados por um roteiro muito bem preparado e apresentado pela Missão Católica “Beato Paulo VI” de Quebo, os participantes, da maioria das paróquias e missões do Setor, peregrinaram fundados na oração e na escuta da Palavra de Deus. Num dos momentos da Peregrinação, o roteiro dizia: “A catequese que recebemos é fundamentada totalmente na Palavra de Deus, e é para todos: crianças, jovens, adultos e idosos. Não existe idade para se conhecer a Bíblia Sagrada, assim como não existe idade para se converter a Jesus Cristo e receber gratuitamente a salvação”.

Terminada a caminhada, Dom Pedro fez um momento de catequese. Ele disse: “Neste nosso Ano Bíblico, queremos viver juntamente com toda a Igreja, o Sínodo da juventude, a Jornada Mundial da Juventude e participar da “Acão Evangelizadora: cada comunidade uma nova vocação”; não nos esqueceremos da campanha da Caritas Internationalis: “compartilhar a viagem” com os migrantes e refugiados”.
Recordou que o Ano Bíblico quer valorizar a chegada de 15.000 Bíblias do Brasil (e mais 10.000 que estão a caminho!), promover a sua divulgação e, sobretudo, sensibilizar as comunidades para um sempre maior contato com a Palavra de Deus. “Queremos que a Palavra de Deus ilumine a nossa vida”, enfatizou.
Falou da beleza de a Peregrinação ter sido realizada na semana em que o Papa Francisco publicou, no dia 09 de abril, “Solenidade da Anunciação do Senhor” (transferida) a sua nova Exortação Apostólica, ‘Gaudete et Exsultate’ (Alegrai-vos e exultai), dedicada à santidade, na qual propõe um modelo cristão de felicidade como alternativa ao consumismo, à pressa e à indiferença face ao outro.
Disse que Exortação foi dado em Roma, junto de São Pedro, no dia 19 de março – Solenidade de São José – do ano 2018, sexto do pontificado do Papa Francisco.
Em sua catequese, citando a GAUDETE ET EXSULTATE, 156, “A Palavra de Deus tem em si mesma a força para transformar a vida”, Dom Pedro sublinhou os seguintes pontos: A LEITURA ORANTE DA PALAVRA DE DEUS; A PALAVRA DE DEUS NA SAGRADA LITURGIA; São José: uma vida fundada na Palavra de DEus; Maria cumpriu PERFEITAMENTE a Palavra de Deus.


 A Peregrinação concluiu-se com a celebração da Santa Eucaristia do Sábado da Segunda Semana de Páscoa com os textos de At. 6, 1-7 e Jo. 6,16-21. Na homilia, Dom Pedro citou as palavras do Diácono Pedro Lang que, durante a peregrinação, disse: “Se ainda não conseguimos viver o Ano Bíblico, podemos vivê-lo a partir de hoje”. Pediu aos peregrinos que juntassem ao desafio lançado pelo Diácono, mais outros dois: “neste tempo pascal, ler os Atos dos Apóstolos que mostram o caminho das comunidades dos inícios e devem ser uma inspiração para as nossas comunidades, também elas no inicio do caminho”. Pediu que se leia e medite o capítulo 06 de São João, “um retrato de todas as comunidades cristãs e de muitos cristãos: nem todos seguem até o fim as exigências de Jesus e dizem que ‘esta palavra é muito dura! Quem pode escutá-la?’ (v.60)”. Sublinhou que, no entanto, esta não foi a última palavra, pois “Pedro, em nome do grupo e no nosso nome, disse: ‘Senhor, a quem iremos? Tens palavras de vida eterna e nós cremos e reconhecemos que és o Santo de Deus’(vv.68-69)”.



No fim da celebração, Pe. Admir Isnaba Pereira Tamba, Pároco da Paróquia Santa Cruz de Buba e Delegado do Bispo no Setor Pastoral Sul, agradeceu a todos: as pessoas que prepararam o ambiente para a Peregrinação, o grupo coral, Quebo, as missões que vieram de mais longe e com estradas desencorajadoras, etc…

domingo, 15 de abril de 2018

BAFATÁ, CURIA DIOCESANA: VISITA DOS ESTUDANTES DE ENFERMAGEM




Na manhã da segunda-feira, dia 09 de abril, Dom Pedro Zilli e Pe. Lucio Brentegani acolheram, no novo salão da cúria diocesana de Bafatá, os estudantes do 4º ano de Enfermagem Superior da Universidade Lusófona da Guiné-Bissau. No total, eles são 23 e estão a fazer o último estágio de 03 meses no Hospital Regional de Bafatá.


O coordenador do grupo, Carlos Upá Mendes disse que estão se preparando para a “promoção, prevenção, reabilitação e recuperação da saúde”. Sublinhou que, como enfermeiros, “lidarão com vidas” e que procurarão exercer a “profissão fundados na ética na fé em Deus”. Enfatizou que a “fé em Deus e o desempenho da Igreja no âmbito da saúde, motivou a visita à Diocese”. Disse ser, para eles, “uma honra estar com o bispo, acompanhado do Pe. Lúcio, na qualidade de Diretor da Caritas Diocesana de Bafatá”.
Um outro membro do grupo, salientou a importância da “compaixão” para com os doentes e de não “se fazer as coisas só por dinheiro”.
Pe. Lucio apresentou a Caritas Diocesana com seus “Departamentos”, entre os quais, o da Saúde. Falou dos Centros de Recuperação Nutricional, das Casas das Mães e outros empenhos da Diocese na Saúde. Evidenciou que muito se “orgulha das Casas das Mães pelos bons resultados alcançados”.



Dom Pedro agradeceu a iniciativa dos amigos em terem vindo à cúria. Falou da disponibilidade da Diocese “em continuar a colaborar para o desenvolvimento da saúde na Guiné-Bissau”. Desejou a todos “uma boa permanência em Bafatá”. Fez uma oração com eles, e deu-lhes a bênção. Fez votos para que “mais encontros como este seja feitos”.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

DOM PEDRO CELEBRA EM GABÚ E ENCONTRA NEÓFITOS




No dia 08 de abril, Segundo Domingo de Páscoa, “Dominica in Albis” e “Domingo da Divina Misericórdia”, Dom Pedro celebrou a Santa Missa na Paróquia Santa Isabel de Gabu. Na homilia, comentando e Evangelho do dia (Jo. 20,19-31), ele enumerou os dons de Jesus aos discípulos, frutos de sua ressurreição: a paz, a alegria e o dinamismo missionário. Enfatizou a beleza da Profissão de Fé de Tomé: “Meu Senhor e Meu Deus”. Após a Santa Missa, Dom Pedro encontrou-se com os 38 neófitos, que receberam os Sacramentos do Batismo e da Eucaristia na Vigília pascal do Sábado Santo, dia 31 de março. 


No encontro, estavam presentes o Marcelino Vaz, o Bruno da Nova Aliança e o Josué de Oliveira. Os neófitos agradeceram o pároco, Pe. Daniel e os seus catequistas Marcelino, Ivanildo Sanha, João Batista Lopes e Roberta da Nova Aliança, “pelo bom acompanhamento”. Alguns dos neófitos deram testemunho de como chegaram à graça do Batismo e da Eucaristia. Um agradeceu os colegas da comunidade por tê-lo “ajudado na descoberta do caminho cristão e por o terem feito compreender que a pessoa tem de se empenhar pessoalmente…”; Outro compreendeu que “para pertencer à família de Deus, a pessoa deve receber o Batismo”; Alguns sublinharam que tiveram de “passar pela oposição da própria família”. Outros intervenientes realçaram que “querem assumir uma missão na Igreja: catequista, leitor,…”.

Adicionar legenda

Dom Pedro diz ter ficado “feliz com a alegria do grupo”. Realçou que Deus chama de vários modos para o seguimento do seu Filho Jesus Cristo. Disse que, no seu “mistério, Deus tem o seu ‘hoje’ para cada um de nós”. Exortou os neófitos a não se esquecerem do dia 31 de março de 2018: dia em que foram agraciados com dois sacramentos: Batismo e Eucaristia. Agradeceu os catequistas pelo “espirito missionários com que seguiram os novos irmãos na fé cristã”.

BAFATA: ORDENAÇAO DIACONAL, ADMISSÃO ENTRE OS CANDIDATOS À ORDEM SACRA, LEITORADO



No sábado da Oitava de Páscoa, dia 07 abril, na Sé Catedral, Dom Pedro Zilli viveu a graça da ordenação diaconal do seminarista Luís Paulo da Costa Monteiro da Paróquia Nossa Senhora da Graça, Diocese de Bafatá. Na mesma celebração, os seminaristas Emanuel Upanindja Armando Malú, Silvano Mebde Seré de Bambadinca e Júlio Albino Mboca de Buba, foram admitidos entre os candidatos à Ordem Sacra; O seminarista Eloi na Mola, de Bafatá, foi instituído no ministério de leitor.

A celebração foi realizada num espirito de profunda alegria, com uma boa participação de sacerdotes, religiosas, leigos missionários, seminaristas, famílias, jovens... tanto da Diocese de Bafatá como de Bissau. O grupo coral, com a ajuda de amigos de Bissau, fez uma boa animação, permitindo que os participantes louvassem o Senhor com mais intensidade.
Dom Pedro Zilli, na homilia, manifestando toda a sua alegria por mais uma ordenação diaconal, exortou o Luís Paulo a não se esquecer de viver o diaconato no serviço, especialmente aos mais necessitados; a cultivar um grande amor à Palavra de Deus, à Santa Eucaristia, à oração; a entregar sua vida a Deus, deixando de lado seus próprios interesses. 

Agradeceu as paróquias dos seminaristas pelo bom testemunho vocacional; agradeceu a Paróquia de Bambadinca por ter acolhido o Luís Paulo para o estagio pré e pós diaconal. Agradeceu os familiares do diácono e dos seminaristas pela “generosa entrega de seus filhos ao Senhor e à sua Igreja”. Dom Pedro agradeceu, de modo especial, o Dom José Lampra Cá, Bispo Auxiliar de Bissau pela amável presença e por representar a Diocese de Bissau. 
Ao mesmo tempo, o Rito de Admissão entre os candidatos à Ordem Sacra e o Leitorado permitiram aos participantes perceberem, mais profundamente, que o Senhor continua a chamar mais jovens para o sacerdócio.



No final da celebração, Luís Paulo expressou o seu agradecimento a Deus, ao bispo, familiares, formadores e tantas pessoas que contribuíram no seu “itinerário vocacional”. Pediu a todos que o ajudem a bem viver “a graça recebida”.
No Salão paroquial da Paroquia Nossa Senhora da Graça foi servido um bom e fraterno almoço.



BAFATÁ: ASSOCIAÇÃO DO CLERO DIOCESANO DA GUINÉ-BISSAU REUNIU-SE



Nos dias 05 e 06 de abril – quinta e sexta-feira - a Associação do Clero Diocesano da Guiné-Bissau – ACD-GB- reuniu-se no novo salão da cúria diocesana de Bafatá que acolheu, pela primeira vez, uma reunião. Na noite do dia 05, os participantes fizeram a leitura da ata da reunião anterior realizada na Seminário Maior Interdiocesano Dom Settimio Arturo Ferrazzetta, em Bissau.
Pe. Bernardo da Cunha, coordenador da Associação, deu bem-vindos a todos, sublinhando o carater especial da reunião que teve lugar na véspera da ordenação diaconal do seminarista Luís Paulo da Costa Monteiro e o Rito de Admissão entre os candidatos ao Sacerdócio dos seminaristas Emanuel Upanindja Armando Malú,  Silvano Mebde Seré - de Bambadinca e Júlio Albino Mboca  de Buba e  do Leitorado para o seminarista Elói na Mola  de Bafatá.
Na manhã do dia 06, Dom Pedro presidiu à celebração da Santa Missa na capela da missão, tendo convidado os sacerdotes e demais participantes a viveram, com alegria, a ressurreição do Senhor no ambiente da Oitava de Pascoa.



A seguir, Pe. José Pizzoli falou do Ano Bíblico na Diocese de Bafatá, do caminho da Igreja em relação à leitura da Biblia e do empenho do sacerdote em promovê-la; Pe. Domingos Cá aprofundou com os presentes o tema da fraternidade sacerdotal. Na partilha entre os participantes foi sublinhado a importância da tradução da toda a Bíblia em kriol…

EQUIPAS DE NOSSA SENHORA VISITAM BAFATÁ



Na manha do dia 02 de abril, segunda-feira da Oitava de Pascoa, Dom Pedro Zilli viveu a alegria de acolher, na Cúria Diocesana, o casal português Anabela e Manuel Morais, responsável pela ligação do Movimento à Província Africana, que inclui a Guiné-Bissau. O casal estava acompanhado pelo Pe. Bernardo da Cunha, pároco da Paróquia Cristo Redentor de Bissau e Assistente Espiritual do Movimento, o casal Luís da Costa e Klissene na Ritche da Costa, Responsável do Pré-Setor Bissau 1 composto de 07 casais que fizeram o “Compromisso” de caminhar juntos na Igreja e no Movimento, e mais alguns casais, num total de 16 pessoas. O Pároco Pe. Alberto Gomes, as Irmãs de Bafatá, representantes da Paróquia Nossa Senhora da Graça tomaram parte do momento fundado na fé e no amor à família transmitido pelo casal português e pelos amigos de Bissau.

Manuel, Dom Pedro, Anabela

Depois do “bem-vindos” e da leitura do Evangelho do dia, Mt. 28,8-15, quando Jesus disse às mulheres “Não temais! Ide anunciar a meus irmãos que se dirijam para a Galileia; lá me verão”, Dom Pedro deu a palavra aos visitantes.
Anabela e Manuel disseram que as Equipas de Nossa Senhora estão presentes em 84 países e em todos os continentes; enfatizaram que quando Pe. Bernardo da Cunha estava em Portugal, por motivos de estudos, “gostou do movimento” e que teria dito: “eu tenho de levar o Movimento à Guiné-Bissau”. Recordaram que o esforço de levar o Movimento por “toda parte” é um modo de atender ao pedido do Papa Francisco, “indo-se às periferias”. Sublinharam que a proposta do Movimento consiste em ajudar “o casal a viver a sua conjugalidade” e que o sacerdote “faz a parte espiritual das Equipas”. Não deixaram de insistir “que o Movimento não veio a Bissau para matar a Pastoral Familiar. Veio para apoiar a vivência do Matrimónio, sendo uma mais valia para ajudar os casais”.
Anabela e Manuel contaram que as Equipas de Nossa Senhora nasceram no dia 25 de fevereiro de 1939, com o surgimento da primeira Equipa do Movimento.


Na carta de 26 de março a Dom Pedro, o Casal Responsável da Supra-Região Portugal, Margarida da João Paulo Mendes, e que foi lida durante o encontro, escreve o seguinte: “segundo a inspiração do nosso fundador: o Pe. Henri Caffarel, o Movimento das Equipas de Nossa Senhora existe para ajudar os casais a caminhar para a santidade”. Na carta, Margarida e João Paulo comunicam que o Movimento conta com “quase 6200 casais em Portugal e em África de língua portuguesa”.
Agradecendo a presença de todos, Dom Pedro disse que falará do Movimento no próximo Conselho Presbiteral. Disse também que poucas paróquias na Diocese estariam em condições de acolhê-lo devido ao pouco numero de cristãos e de casais, num ambiente de Primeiro Anúncio do Evangelho.  

Luis da Costa, Dom Pedro e Klissene

No final da reunião, Dom Pedro convidou os presentes a rezarem pelas vocações. Falou-lhes da “Acão Evangelizadora, Cada Comunidade uma Nova Vocação”. Os amigos almoçaram com Dom Pedro na casa do bispo e a seguir, continuaram com um momento próprio.
A Supra Região Portugal inclui, para além do território continental, Açores e Madeira, Equipas de Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau.
As Equipas de Nossa Senhora são um Movimento de espiritualidade conjugal, presente em 84 países de todos os continentes, com cerca de 135.000 membros, distribuídos por 12000 Equipas, que procuram ajudar os casais “a caminhar para a santidade”, conforme palavras do seu fundador, o Pe. Henri Caffarel, que nasceu no dia 30 de julho de 1903, em Lião na França, faleceu no dia 18 de setembro de 1996, em Troussures, também na França, com a idade de 93 anos.
Seu processo de beatificação está a correr em Roma.


quarta-feira, 4 de abril de 2018

DOM PEDRO CELEBROU A VIGÍLIA PASCAL EM BUBA E O DOMINGO DE PASCOA EM CONTABANE E QUEBO

Buba

No sábado, dia 31 de março, em companhia da Irmã Maria Aparecida Silveira, brasileira, das Apóstolas do Sagrado Coração, missionária em Contuboel, Dom Pedro Zilli esteve na Paróquia Santa Cruz de Buba para a celebração da Vigília Pascal e batizar 24 novos membros da comunidade: 22 jovens e adolescentes e 02 crianças. Os jovens e os adolescentes receberam o Sacramento do Eucaristia. No dia 01 de abril, celebrou em Contabane e Quebo. Ressalte-se que em outras comunidades também foram celebrados os Sacramentos.

Buba
Na homilia, em Buba, Dom Pedro exortou os já batizados a “renovarem de coração” suas promessas batismais, com a certeza de que “se alguém está em Cristo, é nova criatura” (2ª Cor. 5,17). Falou da sua alegria em celebrar a Páscoa com a comunidade de Buba que “está fazendo um bonito caminho, sob a orientação dos padres e das irmãs”. Exortou os “neófitos” à vivência, “com alegria das exigências da vida cristã”, sabendo que não estarão sozinhos, pois o próprio Jesus estará com eles. É o Emanuel, Deus conosco”.


Buba

A missa concelebrada pelo Pároco Pe. Admir Isnaba P. Tamba o Vigário Paroquial Pe. Clemente K. Gomis, foi vivida num ambiente de alegria pelos novos cristãos, pela renovação das Promessas Batismais e pelo fato de a “comunidade estar crescendo com novos membros”, salientou Pe. Admir.

Contabane

Na manhã de Páscoa, dia 01 de abril, com o Diácono Pedro Avelino Lang e o seminarista Gabriel, Dom Pedro esteve em Contabane para celebração da Santa Missa. A pequena comunidade ficou “muito feliz” pela presença de bispo exatamente no domingo de Páscoa.  
A seguir, Dom Pedro celebrou em Quebo. Tanto em Contabane como em Quebo, Pedro agradeceu a Igreja do Paraná pelo envio do Pe. Ivan Luiz Walter, sacerdote da Diocese de Campo Mourão, PR, que esteve na Missão Católica Beato Paulo VI de Quebo 28 de setembro de 2016 a 17 de março de 2018.  


Contabane

Pediu aos participantes que rezassem pela sua nova missão no Brasil. No dia 22 de março, ele tomou posse como Pároco da Paróquia São João Batista em Moreira Sales. Dom Pedro deu “Benvindo” ao seminarista Gabriel que veio a Quebo para colaborar na missão e fazer da experiência africana uma ocasião de para o seu crescimento missionário.







Quebo